Agricultura


Os Microorganismos Benéficos™ podem fazer muito mais do que bons vinhos e queijos, eles também podem ajudar na sua plantação.

O EM•1® tem uma ampla gama de aplicações na agricultura que vai desde o condicionamento do solo, o beneficiamento da produção até o aproveitamento final dos resíduos oriundos da industrialização. O uso da Tecnologia EM™ é simples e totalmente adaptável às condições existentes nos atuais sistemas de produção agrícola.

Veja a seguir como usar o EM•1® e os benefícios que lhe pode brindar.

Condicionamento e melhoramento de solos

Sementeiras, Transplante e Plantio Direto

Sanidade das plantas e da produção

Manejo de resíduos orgânicos

Tratamento de efluentes

 

Condicionamento e melhoramento de solos

 

O EM•1® poderá ser usado para melhorar as condições físico-químicas e biológicas do solo, ao passo que ajuda a acelerar a decomposição natural dos resíduos orgânicos deixados no campo após a colheita.

 

Modo de usar e considerações

•    20 a 40L por ha, realizando de 4 a 8 aplicações anuais.

Para um melhor e rápido resultado, pode-se realizar o seguinte esquema de aplicações e dosagens:
•    1º ano - 40 L por ha, realizando 8 aplicações por ano
•    2º ano - 30 L por ha, realizando 6 aplicações por ano
•    3º ano em diante - 20 L por ha realizando 4 aplicações por ano.
*Se houver um sistema de irrigação, não há custo de aplicação pois o EM•1®-Ativado pode ser aplicado através do sistema, diluindo diretamente no tanque de captação ou dosando no sistema venturi.
 
É importante considerar que o EM™ precisa de Matéria Orgânica para funcionar adequadamente, é por isto que em solos com percentagens inferiores a 1,5% de Matéria Orgânica não se recomenda seu uso.

 

Beneficios

•    Acelera a decomposição natural dos resíduos de colheita deixados no campo.


•    Promove a formação de agregado no solo e aumenta a resistência contra compactação.


•    Estimula o crescimento das raízes, melhorando a capacidade de absorção de água e nutrientes.


•    Aumenta a viabilidade e disponibilidade dos nutrientes do solo e das fertilizações.


•    Melhora a qualidade da produção: tamanho, cor e resistência.


•    Ajuda a melhorar a estrutura do solo e porosidade.


•    Maximiza a conversão de matéria orgânica em húmus.


•    Aumenta a produção natural de húmus e favorece a produção de substâncias orgânicas benéficas promotoras de crescimento, melhorando a nutrição das plantas pela solubilização do fósforo e potássio.


•    Aumenta a população de microorganismos benéficos do solo, ajudando a suprimir os microorganismos que causam doenças, ajudando ainda a reduzir os nematóides. Conseqüentemente diminui o uso de fungicidas e nematicidas.


•    Ajuda a limpar os tubos e aspersores do sistema de irrigação.

 

Voltar ao Topo

 

Sementeiras, Transplante e Plantio Direto

 

O EM•1® pode ser utilizado nas primeiras etapas do estabelecimento de qualquer cultivo, já seja desde o estabelecimento das sementeiras, no transplante ou até no plantio direto.


O objetivo de usar o EM•1® na propagação (sexual o assexual), no transplante de plântulas (raiz nua ou com substrato) é gerar uma proteção do material para que quando entre em contato com o solo ou substrato, se minimize a aparição de doenças relacionadas com este processo. De igual forma, o uso do EM•1® favorece a germinação de sementes e o crescimento de rebrotes, entre outros.

 

Modo de Usar e Considerações

 

1.    Sementeiras

 

•    Selecionar o material vegetal a ser propagado (sementes, estacas, rizomas, etc.).
•    Lavar o material vegetal e secá-lo à sombra.
•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado a 2%, por exemplo, 0.5 L de EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Submirja o material vegetal na solução e deixe-o pelo tempo correspondente segundo seu tamanho. Não exponha o material à luz solar direta.
Sementes Grandes: 1 hora
Sementes Médias: 30 minutos
Sementes Pequenas: 20 minutos
Estacas, rizomas, etc.: 30 minutos

•    Retire o material da solução e seque á sombra durante 30 minutos.
•    Plante e regue com abundante água.

2.    Plantio direto

 

•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado a 2%, por exemplo, 0.5L de  EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Aplicar a solução sobre as sementes antes de plantá-las.

 

3.    Trasplante

 

•    Preparar num recipiente limpo uma solução de água e EM•1®-Ativado ao 2%, ou seja, 0.5 L de EM•1®-Ativado em 25 L de água.
•    Transplante com substrato: Regar a solução sobre as plântulas nas bandejas uns 2 a 3 dias antes do plantio.
•    Transplante com raiz nua: No momento de plantar as plântulas submirja-as na solução por uns 30 minutos e depois as plante.

 

Beneficios

 

•    Aumento da velocidade e percentagem de germinação das sementes, por seu efeito hormonal, similar ao efeito do ácido giberélico.
•    Aumento do vigor e crescimento do talo e raízes, desde a germinação até a emergência das plântulas, por seu efeito similar ás rizobacterias as quais são promotoras do crescimento vegetal.
•    Incremento das probabilidades de sobrevivência das plântulas devido ao vigor das mesmas.

 

Voltar ao Topo

 

Sanidade das plantas e da produção

 

Para realizar o saneamento das plantas e da produção é necessário realizar um processo de ativação diferenciada, que consiste na adição de produtos naturais como melaço de cana, vinagre de álcool ou frutas, e álcool a 40%. O procedimento para ativação é idêntico à ativação padrão do EM•1®-Ativado, e não requer de maiores cuidados. O resultado deste processo é o EM•5.

 

Como fazer EM•5?

•    Preparar uma solução com os seguintes ingredientes e quantidades:

Água limpa e sem cloro.... 600mL (60%)
Melaço de cana.............. 100mL (10%)
Vinagre de frutas............ 100mL (10%)
Álcool a 40%.................. 100mL (10%)
EM•1®........................... 100mL (10%)

•    Dissolver o melaço de cana na água num recipiente plástico, que permita o fechamento hermético.
•    Agregar o vinagre, o álcool e o EM•1®.
•    Agitar muito bem até formar uma solução homogenia.
•    Feche bem o recipiente para evitar a entrada de ar.
•    Mantenha o recipiente em local cálido a quente (25 a 40ºC) durante um período entre 4 a 7 dias para fermentação.
•    Durante a fermentação, já a partir do 2º dia, há a produção de gás e é preciso eliminar o excesso abrindo o recipiente apenas o suficiente para extrair o gás. Realize a extração do gás quando necessário.
•    O produto está pronto para usar a partir do 4 ao 7º dia, quando o pH da solução estiver abaixo de 4,0, ou quando apresentar um cheiro agridoce agradável, lembrando um licor, e houver a mudança de cor de marrom-escuro para marrom-alaranjado.  
•    O produto deverá ser utilizado no máximo 35 dias após a ativação. NOTA: se o cheiro da solução lembrar putrefação e não for agridoce e agradável, ou o pH não estiver abaixo de 4,0, então houve contaminação e a solução deverá ser descartada.
•    Armazene a solução sempre bem tampada, em local fresco, arejado e fora do alcance de crianças e animais domésticos.
•    Se o odor da solução lembra algo podre, não é agridoce e agradável ou o pH não está abaixo de 4,0, então houve contaminação e a solução deverá ser descartada.
•    ATENÇÃO: Para a ativação, não use embalagens que possam ser confundidas com bebidas.

Modo de usar y consideraciones


•    Preparar uma solução de 0.1 L - 1 L para 10 L de água.
•    Pulverizar depois da germinação, ou antes que as pragas e doenças comecem a afetar a plantação.
•    De preferência, aplique durante as manhãs ou depois das chuvas.
•    Aplique regularmente.
•    Uma vez que o EM•5 NÃO é um pesticida, nem germicida, e muito menos um agrotóxico, os métodos de aplicação e os resultados obtidos são diferentes dos agrotóxicos. Os agrotóxicos são usados para resolver um problema rapidamente e são aplicados em intervalos específicos. O EM•5, por outro lado, deverá ser aplicado regularmente logo após a germinação ou rebrotação, e antes que qualquer doença ou praga comece a infestar a plantação. Se isso não é feito, e as pragas e doenças aparecem ou já estão na plantação, o EM•5 deverá ser aplicado diariamente até que os problemas desapareçam.
•    Para o tratamento de sementes e estacas, submerja as mesmas nesta solução por 30 minutos e deixe secar à sombra.

Beneficios


•    Ajuda a acelerar o processo de germinação das sementes.
•    Aumenta a resistência natural das plantas contra pragas e doenças.
•    Ajuda a diminuir a incidência de nematóides e doenças nas raízes.
•    É de baixo custo.
•    É um produto natural, e totalmente seguro à saúde humana, animal e ao meio ambiente.

 

Voltar ao Topo

Manejo de resíduos orgânicos


Os resíduos provenientes da colheita ou dos processos de transformação industrial (azeites, farinhas, cascas, frutas, folhas, galhos, etc.) podem ser transformados em um fértil composto (Bokashi) em um curto espaço de tempo (2 a 3 semanas). A palabra “Bokashi” é de origem japonês e significa matéria orgânica fermentada.

Modo de usar y consideraciones


•    1 L de EM•1®-Ativado por cada 1m³ ou tonelada de material (total da mistura dos resíduos).
•    Geralmente 18 L de água são suficiente para pulverizar 1m³ de material a ser fermentado. Apenas Dilua 1 L de EM•1®-Ativado em 18 L de água.
•    Se possível, agregar à mistura, cal virgem ou gesso, na proporção de 10Kg por m³, para ajudar na retenção do nitrogênio.
•    Esterco bovino, caprino, avícola e suíno pode ser agregado, desde que não ultrapasse 40% do total da mistura de resíduos.
•    Se as partículas dos resíduos são muito grandes, triture o material. Isso acelerará o processo de fermentação.
•    Enquanto mistura o material, pulverize o EM•1®-Ativado sobre todo o material para que possa entrar em contato com todas as partículas.
•    Pulverize apenas uma vez.
•    Forme pilas de 1,5m de altura por 3m de largura, para facilitar o manuseio do material.
•    Para uma melhor fermentação, mantenha uma umidade de 40% (40% de umidade é quando ao pressionar o material com a mão, não escorrerá água entre os dedos), e se possível cubra o material com uma lona plástica.
•    Se possível, realize o controle de temperatura, evitando que a mesma ultrapasse 60ºC. Se a temperatura ultrapassar este limite, realize novamente a mistura do material para baixar a temperatura.
•    Em 2 a 3 semanas, o adubo estará pronto para ser utilizado.
•    Aplique o adubo diretamente no campo na dosagem de 1kg por m².

Beneficios


•    Acelera o processo de fermentação dos resíduos orgânicos, apenas 2 a 3 semanas.
•    Aumenta a disponibilidade dos nutrientes contidos nos resíduos orgânicos, principalmente Nitrogênio e Fósforo.
•    Enriquece o composto com microorganismos benéficos.
•    Reduz o custo de transporte dos resíduos para o campo, pois diminui o volume.
•    O processo é inodoro e sem presença de insetos.
•    Otimiza o espaço físico necessário para elaboração de adubos orgânicos, e conseqüentemente diminui o uso de maquinarias e reduz os custos de infraestrutura para o aproveitamento dos resíduos.

 

Voltar ao Topo

Tratamento de efluentes


Uma das melhores ferramentas para o tratamento natural dos efluentes é o EM•1®. O uso do EM•1® evita a construção de instalações caras e de alta manutenção para o tratamento dos efluentes, ao passo que ainda diminui o stress dos trabalhadores e restabelece a boa relação com a vizinhança, pois estes já não inalaram gases nocivos à saúde e estarão livres do mau cheiro.

Antes de indicar as dosagens e modo de usar, é importante ressaltar alguns fatores:
•    O EM•1® não é compatível com protozoários.
•    Para efluentes com DBO superior a 2.000 mg/L, um plano especial deverá ser formatado.
•    O EM•1® não é compatível com reagentes químicos, principalmente oxiredutores e sulfactantes, nem com soluções químicas a base de cloro, creolina e sulfato de prata. O uso destas substâncias químicas deverá ser suspendido pelo menos 1 mês antes de iniciar o tratamento com o EM•1®.

O tratamento de efluentes com o EM•1® deverá ser realizado em duas fases, Tratamento de Choque e Manutenção.

Modo de usar y consideraciones

 

1.    TRATAMENTO DE CHOQUE


•    Para Sistemas com DBO entre 2.000 e 1.000 mg/L, use a dose de 1 L de EM•1®-Ativado para cada 500 L do volume total das lagoas ou tanques de tratamento.
•    Para Sistemas com DBO abaixo de 1.000 mg/L, use a dose de 1 L de EM•1®-Ativado para cada 1.000 L do volume total das lagoas ou tanques de tratamento

Para lagoas e tanques de sedimentação, aerados ou não, seguir o seguinte esquema de aplicações:

•    Primeiro mês: 3 aplicações semanais na dose recomendada de acordo a DBO do sistema.
•    Se ao término do tratamento não houver resultados significativos, repetir a dosagem por mais 1 mês.

2.    MANUTENÇÃO DO SISTEMA


•    Realizar a manutenção do sistema aplicando semanalmente 1 L de EM•1®-Ativado para cada 1.000 L de efluente, em base a carga diária do sistema.
•    Após o 6 mês de manutenção, realizar-se-ão apenas aplicações trimestrais com a mesma dosagem.
•    A manutenção será necessária sempre e quando houver descargas diárias nas lagoas ou tanques de tratamento.

Beneficios


•    Reduz eficazmente o mau cheiro do sistema.
•    Digere rapidamente a matéria orgânica, e consequentemente reduz a DBO e DQO.
•    Reduz eficazmente a concentração de coliformes.
•    Reduz eficientemente gases nocivos como amoníaco, hidrogénio sulfídrico, e o metil-mercaptano.
•    Evita a construção de sistemas caros e de alta manutenção para o tratamento dos efluentes.
•    Reduz significativamente o lodo sedimentado.
•    Reduz a necessidade de uso de produtos químicos.
•    Diminui significativamente os custos operacionais do sistema.

 

Voltar ao Topo

Seja bem vindo ao Portal Oficial da Tecnologia EM™ na América Latina.

A Tecnologia EM™ é sumamente econômica, segura, fácil de usar, de alta qualidade e produz resultados sustentáveis no controle de maus odores, na higienização, no manejo dos resíduos, na redução de custos e no aumento da produtividade das distintas atividades produtivas.

Espanol | Portugues | English